As Maiores Causas Da Inadimplência

A taxa de inadimplência condominial é um problema que vem dando dor de cabeça para muitos síndicos. Porém, se o síndico sabe como detectar essas causas, ele poderá equilibrar as contas tranquilamente, veja mais informações a seguir.

Fatos que podem levar à inadimplência em condomínios.

São várias as circunstâncias que fazem com que uma pessoa não consiga pagar suas contas. Levando em conta o cenário atual da economia brasileira, podemos citar:
1- Crise;
2- Desemprego;
3- Problemas com instituições financeiras;
4- Cartão de crédito;

O brasileiro não tem uma educação financeira segura, e isso faz com que o endividamento doméstico corresponde a quase 20% de inadimplência, e o condomínio está incluso nesta conta.

Vamos falar um pouco mais a respeito dos motivos mais comuns atualmente, que têm assustado a muitos síndicos, veja a seguir:

⦁ Crise.

A crise econômica existe desde 2014, e reflete em todos os setores da economia, desde a agricultura até o setor de serviços. Se os síndicos pretendem diminuir a falta de pagamento de condomínios é importante que eles ensinem economia para os moradores.

Cortar gastos é fator essencial para manter o equilíbrio nas contas, e para isso, reeducar os moradores é o primeiro passo.

⦁ Desemprego.

O desemprego afeta diretamente na renda, e com isso os moradores não conseguem obter recursos suficientes para realizar o pagamento da taxa de condomínio.

A pessoa que se encontra nessa situação, deve se programar com o seguro desemprego e a rescisão, para se programar por pelo menos uns 5 meses.

Se você é síndico e percebeu que os moradores se encontram em uma das situações acima, o ideal é negociar e contar com o apoio de uma empresa de cobrança, para fazer um planejamento realista e consistente.
Dicas que podem evitar a inadimplência.
Evitar inadimplência é possível, desde que você tenha determinação e vontade de controlar as contas. Veja algumas dicas que podem te ajudar:

1- Conheça o perfil de cada morador do seu condomínio.

Saber como é o nosso cliente, nos deixa mais seguros para oferecer uma negociação que atenda às necessidades dele.

2- Analise o histórico de compra.

Verificar o histórico de compra dos clientes, nos ajuda a evitar possíveis prejuízos financeiros.

3- Ofereça diversas formas de pagamento.

Atualmente, com o avanço das tecnologias de pagamento, podemos implantar nos condomínios pagamentos em cartão de crédito e débito, o que facilita o controle de orçamento do morador.

Para se prevenir, o síndico ainda pode realizar algumas consultas no SPC Serasa, e assim investigar se o cliente tem mais alguma pendência que compromete o pagamento do condomínio.
Saiba mais sobre como combater a inadimplência em condomínios! Entre em contato!
Ao entrar em contato conosco, você ficará sabendo como é possível atuar diretamente no combate à inadimplência.

Devido aos momentos difíceis que vivemos no Brasil, é importante que os síndicos tenham ciência de que, ter controle financeiro traz bom convívio social ao condomínio.

Controlar os custos, em qualquer que seja a área que atuamos, é fundamental para que tenhamos equilíbrio e sensatez em nosso dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *