fbpx

Retomando a rotina do condomínio? – veja quais cuidados tomar

Muitos estados brasileiros começaram a adotar medidas de flexibilização da quarentena, juntamente com outros setores que caminham para retomada das atividades, os condomínios começam a dar seus primeiros passos nessa mesma direção.

Porém é preciso ter muito cuidado ao tomar essa decisão, muitos síndicos, assim como muitos moradores, têm dúvidas sobre o momento atual, e se as medidas restritivas devem continuar ou ser flexibilizadas.

Primeiramente o síndico deve levar em conta o histórico do condomínio, como por exemplo: Os moradores respeitam o uso de máscaras? Não fazem aglomerações, festas ou reuniões? Tem casos confirmados de covid no condomínio?

Com o relatório em mãos, o síndico poderá apresentar suas ideias aos moradores contendo os prós, os contras e também sugestões de limites e regras para a retomada da rotina. É necessário que uma assembleia seja realizada para definir esses pontos.

Para ajudar nesse processo, separamos aqui algumas medidas:

Rodízio

Alguns condomínios que já adotaram a flexibilização estão usando o sistema de rodízio nas áreas de lazer.
Nas academias, apenas uma unidade por vez poderá usar e com limite de tempo.
Para adotar esse modelo, é necessário que seja feito um sistema de reserva, para que não haja confusão entre os moradores.

Nas áreas de lazer ao ar livre, o rodízio também é feito, mas com flexibilização maior quanto ao número de pessoas por vez.

Festas

O ideal seria não fazer festas por enquanto, visto que a flexibilização é para voltar gradualmente a rotina, e fazer festas implicaria em aglomerações com pessoas que não residem no condomínio, o que pode trazer riscos para os demais.

Porém, o síndico fica restrito apenas a orientar sobre os problemas que isso implicaria, cabendo aos moradores a decisão.

Higienização

É muito importante levar em conta a parte de limpeza do condomínio, com uma circulação maior de pessoas pelas dependências do condomínio, a limpeza precisará ser redobrada, principalmente em áreas que de uso comum como academias, elevadores, sala de jogos ou espaços para crianças.

Por isso, uma reunião com os colaboradores do condomínio é de suma importância, todos devem ser bem instruídos para uma retomada segura para todos.

Máscaras

Em alguns estados como São Paulo, a flexibilização para os condomínios veio apenas com uma regra: o uso de máscara deve ser mantido pelos condôminos.

Por isso o trabalho de conscientização do síndico deve ser mantido arduamente, com informativos, disponibilização de álcool gel, fiscalizando a equipe de limpeza e verificando se as condições impostas em assembleia, para a retomada das atividades cotidianas estão sendo respeitadas.

Sabemos que infelizmente sempre terá um ou outro morador que não irá seguir as recomendações nem as decisões da maioria, por isso é importante que todos os condôminos fiquem atentos pra que esse tipo de situação não ocorra.

A saúde de todos depende do bom senso de cada um, por tanto, todos devem fazer sua parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *