fbpx

Uso de máscara – É obrigatório no condomínio?

Nas últimas semanas temos acompanhado muitas notícias a respeito do covid-19 que se alastra pelo país, por esse motivo, medidas de proteção estão sendo impostas para tentar frear o vírus, em estados de todo Brasil.

Uma dessas medidas, trata-se do uso de máscaras, que se tornou obrigatório em pelo menos 7 estados do país.

As regras sobre o uso, e as consequência por desrespeitá-las varia de acordo com cada estado.

Em alguns lugares, a responsabilidade fica a cargo dos estabelecimentos, que podem ser multados caso permitam a entrada de pessoas sem máscaras.

Já em outros, como São Paulo, a responsabilidade é individual e a multa é aplicada a pessoa física. Mas essa questão tem levantado algumas dúvidas para quem mora em condomínio e tem um contato maior com pessoas ao se deslocar para sua residência.

O uso de máscaras pode ser obrigatório dentro do condomínio?

A resposta para esta pergunta é bem delicada, sendo que, o síndico pode exigir que os funcionários do condomínio trabalhem de máscaras, podendo inclusive advertir quem desrespeitar a regra.

Porém o mesmo não pode ser feito com os condôminos. O que o síndico pode fazer é conscientizar e reforçar a importância de utilizar o acessório ao sair de casa, principalmente ao pegar o elevador, onde podem ocorrer aglomerações.

Nesse caso, o síndico fica restrito a recomendar o uso, não cabendo a ele multar o morador que utilizar as dependências do condomínio sem a máscara.

Nesse momento, é importante termos o bom senso e pensar no coletivo, o uso de máscara é comprovadamente eficaz na diminuição do contágio. Faça sua parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *